19
Dez 11
PS + PSD

O PSD está totalmente desnorteado, sem revitalização visível, sem programa digno disso ser chamado, sem visão estratégica, sem posicionamento estrutural, incapaz de proceder a uma leitura atenta dos problemas do município, das necessidades e das potencialidades, das desvantagens e das vantagens, enfim, sem saber desenhar sequer um plano de rumo para Tomar a terminar.

 

 

Ler + )

 

publicado por Virgilio Alves às 00:00

27
Out 11

Num acto de hetero-auto-avaliação o socialista Hugo Cristóvão fez uma análise no seu blogue sobre os "dois anos de coisa nenhuma" que os ilustríssimos detentores dos cargos públicos por eleição têm vindo a fazer em Tomar e escreve mesmo que inclui nesse grupo com "com sentimentos que não vou agora classificar" e, "principalmente também porque é muito provável que brevemente venha a tecer considerações mais profundas e a agir em consequência."

 

Ler + )

 

publicado por Virgilio Alves às 23:04
tags:

17
Out 11
Sai Corvêlo, entra Carrão?

Já não é de hoje o dito "folclore" nabantino da gestão autárquica, começou por ser uma dança a solo, onde figurava o PSD de António Paiva, para ser hoje dançado a pares, leia-se pelo PS e guiado pelo PSD. Estas coisas folclóricas são sempre a mesma coisa, ora chega, chega ao voto, ora arreda lá para trás e toda a gente diz mal. São danças do povo.

 

 

Ler + )

 

publicado por Virgilio Alves às 23:58
tags:

22
Mar 10

"O trabalho feito é uma garantia" - Corvêlo de Sousa IN: O Templário

 

   Reproduzo aqui entrevista com Corvêlo de Sousa ao Jornal O Templário (Fonte: On-line 09-11-2009):

 

Corvêlo de Sousa“O Templário” - É presidente da Câmara Municipal de Tomar há cerca de ano e meio. Herdou de António Paiva alguns problemas graves como seja o conflito com a Parq T, os outros processos judiciais com empreiteiros, a dívida da Festa dos Tabuleiros, etc. Como encara estes problemas?
Eu encaro a Câmara como um todo. Em todos os tempos mandatos houve coisas altamente positivas e outras menos positivas, mas há um todo que deve ser avaliado. O que é importante é o saldo entre o que é bom e o que é mau e o saldo, temos de reconhecer, é altamente positivo.


Se perder a maioria qual a candidatura com que seria mais fácil obter um acordo? Com quem gostaria de trabalhar?
Nós estamos no terreno a solicitar o máximo de votos e a trabalhar para mantermos o número de mandato na Câmara. Se não conseguirmos a maioria teremos de aguardar qual é o resultado para ver. Não é possível conceber soluções sem saber qual a composição do executivo. Sou capaz de dialogar com todos os que estão no terreno.

 

Se vencer as eleições e não tiver maioria como pensa gerir a Câmara?
É uma pergunta difícil, mas nós temos de estar preparados para tudo. Isto é um serviço público não é uma sociedade anónima. Temos de estar preparados para qualquer cenário.


Se for eleito presidente da Câmara que mudanças internas pensa implementar?
Penso mudar tudo. Quando iniciamos um novo mandato partimos da estaca zero. Não tenho ideias preconcebidas.

 

Uma das queixas que os cidadãos fazem é quanto ao elevado valor das taxas e licenças. Tenciona alterar alguma coisa nesta área?
O regulamento das taxas está para ser refeito até por imposição legal. Neste momento está tudo em aberto, sendo evidente que as taxas têm a ver com o que se faz.

 

Neste mandato o que gostaria de ter feito e não conseguiu?
Fundamentalmente gostaria de ter as candidaturas que estão aprovadas mais adiantadas do que estão.

 

Costuma pedir conselhos a António Paiva?
Eu falo com toda a gente e também com ele mas não há qualquer tipo de dependência. O eng.º Paiva é uma pessoa com experiência e procuro tirar proveito disso em proveito comum.

 

A maioria absoluta continua a ser um objectivo?
É um objectivo. 

Quais as suas expectativas para estas eleições?
Estamos absolutamente motivados e quem nos vê no terreno não tem dúvidas de que vamos ganhar.

Uma última mensagem…
Gostaria que todos tivessem em conta o trabalho que já fizemos como garantia daquilo que nos propomos fazer.

 


 

   Logo na primeira questão o Sr. Presidente da Câmara Municipal de Tomar, diz que o saldo dos últimos mandatos da maioria PSD apresentam um saldo positivo, das duas uma, ou Corvelo de Sousa não sabe fazer contas ou então omitiu as contas mais negras da Câmara, é a única maneira desta confusão dar um saldo positivo.

 

   Antes das eleições dizia que dialogava com qualquer força política ao contrário do seu homólogo no Partido Socialistas, após as eleições assistimos a um casamento (quase) perfeito, que a nova comissão concelhia do PSD admite desfazer, o mais engraçado era que antes das eleições o PS nem podia com o PSD, mas tal como o Eng. Sócrates no Parlamento o PSD e a direita serão sempre bons aliados, aqui por Tomar apenas se inverte as ordens e os beneficiários são os Srs. Luís Ferreira e amigos.

 

   Na terceira questão eu pergunto-me, Corvêlo de Sousa diz que é preciso estar preparado para tudo, no entanto o PSD nem com maioria absoluta esteve preparado como é que vai (tentar) gerir esta Câmara?

 

   À quarta questão eis chega uma verdade La Place, "Quando iniciamos um novo mandato partimos da estaca zero", e porquê? Porque obviamente no mandato anterior nada se fez e mesmo assim não se chegar a começar pela estava -1 já é uma sorte para Tomar.

 

   O resto é a conversa do costume de um partido que nunca teve uma proposta para Tomar e que o levou à beira da ruína.

 

   Bem sei que esta entrevista já tem algum tempo, mas não podia deixar de a comentar.

publicado por Antigo Mail às 11:09
tags:

19
Mar 10

Segundo fonte do sítio do PS Tomar (LINK) são levadas a cabo as eleições para a Comissão Conelhia que conta apenas com uma lista.

publicado por Antigo Mail às 17:03
tags:

23
Jan 10

Decorreu hoje em Tomar um encontro organizado pelo PCP com a presença de Jerónimo de Sousa secretário-geral dos comunistas, nele participaram também os trabalhadores das firmas IFM/Platex e João Salvador,

 

 

Jerónimo de Sousa dirigiu o seu discurso tendo em vista a política do Estado, contestando a via seguida por José Sócrates e pelo PS, centrando-se nos temas sociais e da conjuntura actual edenunciando as precárias condições de trabalho, nomeadamente dos jovens, e o crescente desemprego. Para o PCP as medidas que melhor respondem à conjuntura prendem-se com o aumento dos salários reais,o líder comunista condena o Orçamento de Estado e a forma como este está a ser negociado, entre PS, PSD e CDS naquilo a que se pode chamar de "Concertação" iniciada pelo Presidente da Repúbilca. Jerónimo de Sousa adianta que é contínua a política de direita do PS e que cada vez mais o emprego e o crescimento é deixado para trás enquanto a Banca é apoiada. Terminou reafirmando a luta dos trabalhadores e do PCP pelos postos de trabalho.

publicado por Antigo Mail às 15:52

24
Dez 09

A Plataforma Thomar Vrbe Deseja a Todos Vós um Santo e Feliz Natal!

publicado por Antigo Mail às 17:10
tags:

19
Out 09

Guia das autárquicas 2009 PDFJá se encontra disponível o guia dos resultados das eleições autárquicas de 2009, com os resultados, gráficos e tabelas freguesia a freguesia.

  

TAMBÉM SE ENCONTRA NO REPOSITÓRIO

publicado por Antigo Mail às 22:47

17
Out 09

2.ª Feira fica disponibilizado para download o guia dos resultados autárquicos de Tomar, elaborado pelo Thomar Vrbe. Inclui votações, gráficos e tabelas ilustrativas, para além da análise pelo método de Hond't e as listas completas dos eleitos em cada freguesia.

 

Um trabalho feito "à mão" conta por conta, esuqema a esquema, pelo que só Segunda-feia será possível a sua publicação.

publicado por Antigo Mail às 19:42

13
Out 09

Thomar Vrbe comemora II Aniversário

Cartaz Original do Projecto              Cartaz original do projecto.

 

Na altura um projecto de um grupo de alunos da Escola Jácome Ratton, que propunha um museus industrial em dois pólos. O tal que a Câmara Municipal não ligou, mas que ainda assim recebeu uma menção honrosa na Universidade de Aveiro, pela Parque Expo.

 

Por acaso, na levada está uma planta muito semelhante à que foi edealizada pelo Thomar Vrbe para a zona dos Lagares D'el Rey.

 

Foi um trabalho muito gratificante, pena é que os jornais não lhe tenham dado a importância devida, nem a CMT nos tivesse ouvido.

 

Hoje cada um segiu o seu caminho, eu estou no IPT, juntamente com o meu colega João Pinto, que também fez parte do projecto inicial.

 

A todos os que me seguem, nos diferentes canais, blogues Thomar Vrbe e Tomar Sentido, no Twitter e nas várias redes sociais, na RCN, onde quer que existam projectos da plataforma Thomar Vrbe, o meu obrigado.

 

Virgilio Miguel Almeida Alves

publicado por Antigo Mail às 03:08

Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


subscrever feeds
pesquisar
 
Tomar Sentido +1 Demo: Async render
blogs SAPO