10
Set 08

PS    Publicada no dia 5 no blogue da Concelhia de Tomar do Partido Socialista, uma "carta aos militantes" na qual estão dispostos alguns assuntos que são uma antevisão dos próximos passos do PS em Tomar, que de resto, vão sendo os mesmos praticados até agora, apenas o que muda é a intensidade, há medida que se entra no último ano do mandato autárquico e óbviamente as forças políticas começam desde já a preparar as campanhas políticas e os eventuais candidatos.

   Quanto a esta suposta missiva em rede, começa-se logo por destacar o que diz, e bem, o PS quanto ao passado recente de Tomar: "Tomar é apenas uma sombra desse concelho, dessa cidade que noutros tempos liderava uma região, que era referência, era inveja para os outros e orgulho para os nabantinos", o que de facto já é do conhecimento geral de todos nós há muito tempo, mas o PS remata que "Tomar não soube acompanhar os tempos (...)", mas é no que se segue que reside o espanto, afirma o PS que "Muitos tiveram responsabilidades ao longo dos tempos, o PS seguramente também." Ora já não sou eu a dizê-lo é o próprio PS.

   Entre perspectivas futuras, diz que tem de aprender com os erros, e entre ironias e discurso mais ou menos sério, explana num texto imenso, o facto de ser necessário alterar o que se passa em Tomar, só que o problema reside em que quantas vezes terá o PS de se refrescar? Indo ainda mais longe, pode-se questionar em que sentido é o PS é a alternativa e um novo paradigma que se autopropõe de rigor, competência, modernidade, etc. Será tudo isso, ou será mais um texto de propaganda parecido com os que de quatro em quatro anos se escrevem, dando um falso novo alento aos eleitores. Qual terá sido o paradigma do PS aquando da última passagem pela Câmara Municipal de Tomar? Não deve ter sido este.

   Mas há algo certo nesse texto, ao PS falta confiança, e falta ao PS e a todos nós, julgo faltar mais confiança do PS, do que propriamente dito, no PS. Caso contrário não seriam a terceira força política atrás de um grupo independente.

 

   Penso estar tudo dito no porquê de não votar PS.

   Cabe a todos os tomarenses decidir pela sua cabeça e pensar afincadamente, no que afinal querem para Tomar, se optam pelos mesmos (leia-se PS ou PSD) ou se prefere o risco de mudança, basta analisar quais das propostas tem mais risco, se o risco conhecido, ou se o desconhecido.

 

Carta aos Militantes (PS)

 

publicado por Antigo Mail às 23:45
tags:

Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12

17
18
20

21
22
23
24
25
26
27

28
30


pesquisar
 
Tomar Sentido +1 Demo: Async render
blogs SAPO